Jogar ovo em político é uma manifestação histórica

1bb391a5-66fe-4504-99dd-55a94ee2103a-2060x1236
Arnold Schwarzenegger depois de ser atingido por um ovo em uma manifestação durante sua campanha em 2003 para o governo do estado da Califórnia, EUA.

Jogar ovos ou outros alimentos em políticos como protesto não é coisa rara nem nova. O poderoso imperador romano Vespasiano (Titus Flavius Vespasianus) colocou ordem no império após o famigerado “ano dos quatro imperadores” (o ano 69 da Era Cristã), mas em sua gloriosa trajetória ele não escapou desse tipo protesto e foi alvo de um bombardeio de nabos em Hadrumetum (na atual Tunísia) quando governava a província africana do Império no ano 63.

Ovos passaram a ser artefatos de manifestações políticas cada vez mais usuais na Idade Média, sendo inclusive utilizados como “armas” contra o clero. No século 18 as confusões religiosas renderam agressões com arsenais de ovos podres lançados contra os cristãos metodistas britânicos.

Entre os britânicos em particular jogar ovo, tomate, torta, farinha e outros itens alimentares em políticos virou uma espécie de tradição fortalecida a partir do século 19, sendo primeiros ministros e membros do Parlamento alvos preferenciais.

Protestos com alimentos são praticados indistintamente de ideologias. Frederick Douglass, o notável abolicionista norte-americano e “pai do movimento pelos direitos civis”, chegou a ser atacado por uma chuva de ovos podres enquanto realizava um de seus eloquentes discursos contra a escravidão (quando então jogar ovos em abolicionistas era um recuso usual).

Além dos protestos de caráter político, ovos, tomates e outras comidas também aparecem como artefatos de expressão de revolta e indignação no teatro. Consta que no Globe Theatre, de Shakespeare, alimentos voavam até o palco e atingiam os atores sinalizando o humor dos espectadores. Atirar tomate em atores virou um popular indicador de crítica artística no século 19 e um registro desta prática bizarra (quem vai ao teatro carregando tomates prontos para serem jogados contra os atores?) é o caso da desmoralização pública do ator John Richie, que teve um péssimo dia nos idos de outubro de 1883.

 

Da política ao teatro, o uso de alimentos como instrumentos de expressão de revolta pode ser devido à facilidade de acesso, porte e ao efeito de humilhação que podem provocar. É certo que muita comida ainda haverá de sujar personalidades públicas.

NYT
Nota do New York Times de 28 de outubro de 1883 noticiando o vexame de John Richie
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s