Archive for novembro \05\UTC 2016

h1

O Presídio Modelo de Cuba

novembro 5, 2016

22O Presidio Modelo foi um projeto prisional construído na cidade de Nueva Garona, que fica na Ilha da Juventude, em Cuba, e foi construído de 1926 até 1931 durante o governo do ditador Gerardo Machado. A concepção da obra obedecia à proposta chamada de panóptico, que consistia em uma instalação com um ponto de observação a partir do qual todos os prisioneiros poderiam ser vigiados, facilitando o controle sobre a população carcerária.

As celas eram dispostas na borda de edifícios circulares e no centro deles existiam torres de observação com guardas que vigiavam os presos o tempo inteiro. Mas isso não era tudo, pois os presos eram vigiados e não podiam ver os guardas, que observavam a partir de pequenas janelas na torre. O complexo prisional possuía cinco estruturas circulares e deveria conter conter 2.500 presos ao todo.

Presos famosos como Fidel Castro e seu irmão Raul foram detidos no Presidio Modelo entre 1953 a 1955 e depois da Revolução Cubana, em 1959, os Castro passaram a enviar para lá quem resistia ao governo, mas também pessoas que eram presas por outras razões, como homossexuais e variados grupos tidos como indesejados pelo regime político e social.

Nos tempos da Revolução o presídio chegou a números de superlotação que atingiam por volta de 8 mil prisioneiros. A situação precária motivou rebeliões, greves de fome e muitas dificuldades para manter a ordem, levando ao fechamento da instalação prisional de 1967.

Hoje o local serve como um estranho ponto turístico e a sede administrativa do presídio abriga atualmente uma escola.

imagem-1it-was-inspired-by-the-panopticon-institutional-buildings-conceived-by-social-theorist-jeremy-bentham-640x428offset_224947pm09presidiomodelo_2presidio-modelo-prison-inside-one-of-the-buildings-640x428