O maior ataque de tubarões já registrado ocorreu durante a Segunda Guerra Mundial

1157617_373984216060532_75110798_n
Registro do resgate de sobreviventes em Guam

Em 26 de julho de 1945 o navio USS Indianapolis aportou na ilha Tinian, descarregando lá componentes para a montagem da bomba Little Boy, que devastou Hiroshima dias depois. Encerrada a entrega, o navio tomou rumo em direção a Guam para depois seguir até Leyte, uma ilha filipina. Antes de chegar ao destino previsto a embarcação foi atingida por dois torpedos disparados por um submarino japonês. O saldo do ataque foi trágico: 900 dos 1.196 homens a bordo ficaram à deriva na água e apenas 317 conseguiram sobreviver até o resgate, 4 dias depois do incidente.

Um fato que chamou ainda mais a atenção sobre o caso foi o fato de mais de 150 homens terem sido atacados e mortos por tubarões enquanto estavam boiando pela sobrevivência. As feras marinhas foram atraídas pelos movimentos dos marinheiros e também pelos cadáveres que se multiplicavam pelas águas e estas condições acentuaram ainda mais as possibilidades de ataques. As tentativas dos sobreviventes de conter os ataques eram inúteis e, no máximo, procuravam se agrupar e afastar os mortos para que os tubarões não se aproximassem ainda mais – e vários cadáveres foram dilacerados pelos insistentes tubarões que rodeavam os grupos de homens que tentavam escapar da morte.

228819bde4c631fed5b09d8c273adf36

Anúncios

One comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s