Protestos na Líbia

 

Seguindo o exemplo Egípcio, a Líbia entra em uma série de protestos contra seu atual governo. Pode chegar a 200 o número de mortos no levante popular contra o regime de Muammar Kadafi, que governa a Líbia há 41 anos, segundo fontes médicas ouvidas pela agência Associated Press neste domingo. O número diverge muito pouco do registrado por ONGs de direitos humanos como a Human Rights Watch, que denunciou 173 mortes no país desde o início dos protestos contra o governo, na quarta-feira.  Segundo as fontes, o número inclui dezenas de pessoas mortas no sábado após as forças de segurança terem disparado com armas pesadas contra os manifestantes concentrados em Benghazi, a segunda maior cidade do país.

O embaixador brasileiro na Líbia, George Ney de Souza Fernandes, informou que todos os 123 brasileiros – funcionários da empresa Queiróz Galvão – Em Benghazi estão bem. Segundo ele, 40 brasileiros e parentes serão levados para Trípoli e de lá poderão retornar ao Brasil.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s