“Nunca vou perdoar os nazistas”, diz a sobrevivente do Holocausto Eva Schloss

Uma mulher de 81 anos encontra disposição para fazer uma campanha permanente contra a intolerância: Eva Schloss foi capturada pela temida Gestapo, a polícia secreta do regime nazista, justamente no dia em que completava 15 anos. Austríaca, ela passou por vários esconderijos na Holanda. Viveu dois anos num sótão. Levada no Trem da Morte para o campo de concentração de Auschwitz, na Polônia, ela caiu nas mãos do Dr. Joseph Mengele, o médico que escolhia quem iria morrer e quem iria viver.

Eva estava viva quando os russos finalmente liberaram o campo, em 1945, mas perdeu o pai e um irmão. Depois de décadas de silêncio, ela resolveu contar suas experiências num livro chamado “A História de Eva”.

Anúncios

One comment

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s